4.3.17

Recordando Eugénio de Andrade...

Imagem recolhida no site Escritas
Eugénio de Andrade é o poeta que recordamos, hoje, dia 4 de março.

Canção

Tinha um cravo no meu balcão;
veio um rapaz e pediu-mo
- mãe, dou-lhe ou não?

Sentada, bordava um lenço de mão;
veio um rapaz e pediu-mo
- mãe, dou-lhe ou não?

Dei um cravo e dei um lenço,
só não dei o coração;
mas se o rapaz mo pedir
- mãe, dou-lho ou não?
                        Eugénio de Andrade


Quanto ao nosso jovem poeta, é uma poetisa, a Madalena Santo da Escola Básica de Fontainhas, com o poema

" A minha vida"

Passo a vida a brincar
Ajuda-me a voar e a sorrir
Posso correr e saltar
Tenho muito para descobrir

Na escola aprender
várias coisas importantes
Contar, escrever e ler...
Aprender a crescer...

Posso saltar, brincar e cantar
Aprender que o amor é importante
Aos meus amigos fazer o bem
Ser verdadeira será o bastante.

Quando crescer logo se verá...
Não tenho pressas nem medos
Quero aproveitar o que a vida me dá
Sem tristezas, receios e segredos...

                        Madalena Santo
                        EB Fontainhas





Sem comentários:

Publicar um comentário